terça-feira, 8 de abril de 2008

Blog: Mais que Um Diário


Pode-se dizer que o blog é um diário em tempos de internet, abandona-se o velho caderninho e se vai para a tela do computador. Diferente do antigo diário, o novo é aberto as pessoas, está na rede mundial de computadores, ao acesso de milhões de pessoas, de leitores. Por isso a impossibilidade de tudo falar e escrever.

Algumas coisas são muitas íntimas, então que venha o velho caderninho ou um amigo para contar da balada de ontem, do fora que levou, de conversas dialogadas e casos desconhecidos. Em vários blogs, há a tendência de se expor fotos e o que se fez durante o dia, a velha rotina: hoje acordei as 7 h da manhã, tomei banho, depois café e fui correndo para escola e por aí vai. Quem que saber que horas eu acordei, se depois fui à faculdade ou se tomei café? É preferível uma dica de cinema, de um museu, de um programa de tv, cd/dvd, um livro um texto inteligente, um poema e que as pessoas também escrevam, e como existe gente que escreve bem, e outros que escrevem mal, textos sem coesão, erros ortográficos e pior, incoerentes.

São duas tendências, hoje é crescente a segunda, muitos jornalistas também fazem uso de blogs: Ricardo Noblat, Marcelo Tas, Zeca Camargo e Paulo Henrique Amorim. As tendências se mesclam em diversos blogs, como o meu, e ler o meu blog é se atualizar um pouco e conhecer um pouco da minha essência, do meu ser, temperamento, postura, gosto, mais que um diário!

Muitas vezes gostaria de colocar algumas pérolas, conversas, situações, mas é expor não só a mim, meus colegas e amigos, essas coisas ficam comigo, não vão para o blog, iriam com certeza a um caderno-diário.


2 comentários:

ploftdisse...

Diminua o número de posts na página principal, Liliam. Minha conexão de 2MB até tremeu quando entrei aqui pela primeira vez (de muitas, espero).

Um abraço.

Liliam Freitas disse...

Ok, seu pedido foi atendido, agora na página principal estão 13 textos, anteriormente 100. Obrigada pelo toque, volte e contribua mais!

Postar um comentário

Fiquem a vontade. Para nós que fazemos o pontoinicial seu comentário é importante, tipo assim: importantão.Levantamos a tese, questionamos e esperamos que as pessoas leiam, entendam, gostem e se posicionem. Assim, melhoramos a escrita e a forma de abordagem. texto