quarta-feira, 9 de janeiro de 2008

Dica de Cinema



O cinema notabiliza-se pelas histórias que leva ao público e as maneiras criativas e brilhantes de contá-las. Imagina só essa história: duas pessoas que se amam, feitas uma para outra, casam-se e são felizes... não para sempre...Ele precocemente morre, ela torna-se uma jovem triste e viúva. Desorientada, coitada, só sozinha, sem o marido, mesmo com a mãe e as irmãs. Contudo, ele mesmo com uma grave doença que o levou à morte, pensou em como seu amor (ela) ficaria sem seu amor (ele), então ele escreveu uma série de cartas que chegavam a ela no momento certo e transmitia afago, ânimo e vida. Ele já morto e ela quase! Cartas que ajudaram a reencontrar a vida. Uma história de amor, respeito, superação, dor...enfim, de vida.

Por favor, corra para o cinema para assistir ao filme P.S: I Love You, de Richard La Gravenese que estreou dia 4 de Janeiro. No Brasil, o título de longa é P.S: Eu te Amo. Mais um excelente filme da Paris Filmes.

São 130 minutos de sentimentalismo banhado de humor e delicadeza que faz a gente pensar nossos conceitos e relações. Um filme inteligente e tocante. Está na coluna VEJA RECOMENDA, da Revista Veja dessa semana, e o P.S colocado lá é “ é bom levar um lencinho”, um filme para rir, chorar e pensar. Para os mais sensíveis um lencinho não basta, é aconselhável ter a tiracolo um lençol!

1 comentários:

Keniadisse...

Oi querida, mais uma vez uma acertada indicação sua. Vi o filme ao lado do meu marido e, talvez por me imaginar na situação, me acabei de chorar, rsrs.
O filme é muito lindo, apesar de usar uma trágica história, nos ensina muito sobre a vida e sobre o amor...
Eu também recomendo!!
Beijos,
Kenia.

Postar um comentário

Fiquem a vontade. Para nós que fazemos o pontoinicial seu comentário é importante, tipo assim: importantão.Levantamos a tese, questionamos e esperamos que as pessoas leiam, entendam, gostem e se posicionem. Assim, melhoramos a escrita e a forma de abordagem. texto